Espumantes: do defeito nasceu o prazer

Por: João Lombardo

Quase 100% das festas são regadas a espumantes. É a bebida da alegria, das comemorações, dos grandes encontros, das paixões ardentes. O espocar de um espumante, apesar da perda de boa parte da borbulha, é um prazer quase orgástico, agradável aos ouvidos e que faz salivar o paladar.

Os vinhos espumantes, na grande maioria, passam por duas fermentações. A primeira, para preparar o vinhos normais, chamados de vinhos-base. A segunda, para que ocorra a formação do gás nesse vinho base, chamado de perlage (ou coluna de pérolas). Um vinho que nasceu de um defeito observado na Abadia de Hautvillers, na região francesa de Champagne, a leste de Paris, pelo eternizado monge Dom Pérignon.

O monge constatou que os vinhos estocados nas caves da abadia, passado o inverno, borbulhavam. Para entender o por quê, ele passou a estudar as uvas e o processo de produção. Seu objetivo era eliminar aquilo que era um defeito. Dom Pérignon passou boa parte da vida buscando acabar com as borbulhas no Champagne. Não conseguiu. Pelo contrário. Ao estudar minuciosamente o fato, ele contribuiu para a compreensão do processo. E, digamos, abençoou um estilo de vinho. Um defeito sagrado, que o mundo inteiro buscou reproduzir. O defeito do prazer!

Todo Champagne é, portanto, um vinho espumante. Mas nem todo o vinho espumante é um Champagne. Para se chamar Champagne, o vinho espumante tem que ser produzido na região francesa de Champagne. Fora dali, mesmo dentro da França, os vinhos borbulhantes ganham nomes diversos. Vin Mousseux ou Crémant, na própria França. Sparkling Wine nos países de língua inglesa. Sekt, na Alemanha. Prosecco, Asti e Franciacorta, na Itália. Cava, na Espanha. Ou simplesmente Espumante, onde você estiver.

Além das festas, os espumantes promovem deliciosas combinações com petiscos diversos, queijos mais gordurosos, como o Brie, saladas, assados de aves, lombo suíno, pratos com pescados e frutos do mar. Experimente combinar sua receita com um espumante. Você vai ficar fã!

Relacionados

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.