Saiba que vinhos escolher para o Natal e Réveillon

Por: João Lombardo

Os preparos de Natal e Réveillon são ricos em cores e sabores. Os preparos são diversificados e contrastam gostos diversos, salgado, doce, agridoce. Pensando em facilitar a sua escolha dos vinhos, preparei para um pequeno guia mostrando os estilos de vinhos que combinam com os diferentes preparos das festas. Confira a seguir:

Canapés, frios e queijos, antepastos, frutas secas, pães e pastas – espumantes e o Champagne são grandes companheiros. Nas versões brut, rosado e demi-sec. Por mais polêmico que possa parecer, os demi-sec casam muito bem com esse conjunto de sabores. Um pouco de açúcar residual nos vinhos apara arestas de acidez, equaliza a doçura, arredonda os sabores. Os espumantes rosados também são coringas, se adaptam muito bem aos preparos condimentados. Os brut são clássicos. Se optar por vinhos não espumantes, escolha um branco macio, com um toque de barrica, ou um tinto jovem, fresco, com taninos macios.

Saladas, maionese, assados de pescados, bacalhau, aves, peru, lombo suíno – vinhos brancos frescos e macios são muito ótimos para combinar com esses preparos. Vinhos com uma nota de barrica, à base de Chardonnay; brancos portugueses do Douro, Dão e Alentejo; brancos espanhóis de Crianza ou Reserva; italianos de Vernaccia e Trebbiano d’Abruzzo. Se preferir tintos, escolha vinhos de Pinot Noir, Chianti, Valpolicella, Merlot, tintos alentejanos, vinhos leves ou, no máximo, de média estrutura. Com bom frescor e maciez.

Assados de pernil, leitoa, de cordeiro

Nessas combinações os tintos entram melhor. Tintos leves e de médio corpo, para o pernil e a leitoa, e tintos mais estruturados para o cordeiro. Feitos com Cabernet Sauvignon, Malbec, Tannat, Tempranillo, Sangiovese e vinhos de reserva, entre outros.

Guarnições, arroz temperado, farofa, frutas em geral – Não é necessário escolher um vinho específico para acompanhar guarnições. O vinho que escoltará esses preparos pode ser o mesmo escolhido para o preparo principal, o assado.

Panetone, chocotone, doces e sobremesas

Vinhos doces em geral. A começar pelos doces espumantes de Moscatel ou Asti Espumante, que acompanham bem o panetone e sobremesas com creme, chantilly e frutas. Para os preparos com chocolate, o vinho do Porto tem seu lugar. Um porto Tawny ou os Portos de 10 e 20 anos são opções perfeitas. Entram aí também os vinhos espanhóis de Pedro Ximenez, Marsala, Vin Santo, Sauternes, Mombazillac, Passito e Late Harvert. Os vinhos doces também combinam com os queijos, que podem finalizar em grande estilo uma ceia de Natal ou Réveillon.

Relacionados

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.